English French Portuguese Spanish
Home Produtos VET Análises e Bioquimica FDC4000i
E-mail
ampola emissora de raios Xtubo endotraqueal c/cuff 3.0mm

FDC4000i

Analizador química seca (slides) (bioquímica + eletrólise num só equipamento). Ionograma incorporado. Classe Médica, Qualidade PREMIUM. PERGUNTE-NOS SOBRE ALGUMA PROMOÇÃO EM CURSO.

( FUJI )
€8 .500,00 (Incluindo 0 % IVA)

Tem Dúvidas Sobre Este Produto

 

Analizador de bioquímica e eletrólise FDC4000i

 

Prnicipais caracteristicas do equipamento:

 

                     Simples e Totalmente Automatizado

                     de Elevada Performance e Fiabilidade

                     Rápido e de Fácil Utilização

                     Ionograma Integrado

                     de Reduzida Manutenção e Alto Valor Proprietário

                     faz Impressão dos Intervalos de Referência

 

 

 

Baseada no método de filme “multi-camada”, a FUJIFILM possui mais de duas décadas de experiência e tecnologia comprovada de química seca.

Os sistemas de química seca FUJIFILM estão em permanente evolução no sentido de permitir testes mais rápidos, uma maior facilidade de utilização, e bem assim, ampliar a gama de parâmetros.

A nova série de sistemas de química seca FUJI DRI-CHEM (FDC) são extensamente utilizados no mercado japonês como analisadores automáticos de química clínica, quer em medicina veterinária quer

em medicina humana.

O novo analisador de química seca FDC4000 é totalmente automático e de desempenho superior, com detecção, aspiração, deposição e diluição automática da amostra, o que concilia com um design

compacto, de tipo “desktop”.

 

                                   Especificações Genéricas

 

Ionograma incorporado:

 

O FUJI DRI-CHEM 4000 possui a função de medição de electrólitos – Ionograma – para a quantificação de Sódio (Na), Potássio (K) e Cloro (Cl).

Esta medição é feita com um único slide e possibilita que a análise do ionograma seja efectuada simultaneamente com outros parâmetros, com óbvia economia de meios e de tempo.

 

O uso de um único tubo:

 

Desde a colheita, passando pela centrifugação e até à colocação da amostra no FDC 4000, não necessita de utilizar mais do que um tubo, permitindo a optimização de custos e tempo. Sugere-se o uso de tubos próprios FUJIFILM com ou sem eparina de 0,5mL ou 1,5mL, sendo no entanto possível utilizar também outros tubos de dimensões compatíveis.

 

O reduzido volume de Amostra:

 

O FUJI DRI-CHEM, é dotado de sensores de pressão para detecção automática da superfície da amostra, necessitando apenas de 10μL de soro/plasma para a análise de cada parâmetro (salvo o ionograma que carece de 50μL).

Logo, o FDC não exige a colheita de elevados volumes de sangue que poderia comprometer a frágil saúde de alguns pacientes. Por exemplo, com 0,3mL de sangue é possível analisar 5 parâmetros bioquímicos.

 

A pipetagem automática:

 

 

O analizador FUJI DRI-CHEM é isento de qualquer pipetagem manual, o que permite a uniformização de resultados, evita erros e incrementa a rapidez da análise. A pipetagem é realizada com pontas de design específico para o equipamento de modo a possibiltar uma rápida e precisa aspiração da amostra. Estas pontas de pipeta são descartáveis, pelo que não requerem procedimentos de limpeza ao tempo que eliminam o risco de contaminação entre amostras. 

 

A diluição automática:

 

 

Em caso de graves patologias, é usual o resultado de alguns parâmetros bioquímicos ser superior ao alcance máximo de medição do equipamento, obrigando à diluição da amostra quando se pretenda quantificar e obter resultados exactos. Para tal, o analisador FDC4000 dispõe da função de diluição automática, o que dispensa pipetagens manuais e apresenta o resultado final tendo em conta o factor de diluição seleccionado sem ecessidade, assim, de efectuar cálculos adicionais.

 

Os “slides”:

 

O design inovador dos “slides”, de extremidades arredondadas, evita desagradáveis situações de encravamentos no equipamento. A elevada estabilidade dos reagentes embutidos no “slide” permite conveniência de armazenamento num comum figorífico de vacinas, sob acondicionamento imperativo de 2 – 8ºC.

 

A criação personalizada do Painel de Parâmetros:

 

O FUJI DRI-CHEM é um sistema flexível permitindo escolher em função da casuística, os parâmetros clinicamente relevantes a serem analisados.

Para cada amostra o veterinário pode analisar 1 ou/até 20 parâmetros (incluindo o ionograma), o que possibilita um maior aproveitamento do equipamento e dos “slides”.

 

Um simples procedimento de 3-passos:

 

- 1 Colocar slides 

- 2 Colocar a amostra

- 3 Escolher a espécie e Premir a tecla START -

 

Completamente automatizado desde premir a tecla “START” até à impressão dos dados e com pipetagem automática da amostra.

 

As espécies e os intervalos de Referência:

 

O DRI-CHEM 4000 possui uma base de dados com valores normais de referência para 3 espécies mais comuns em clínica PET: Cão, Gato e Coelho.

Estes intervalos foram determinados através de rigorosos estudos conduzidos pela FUJIFILM, nos quais se procedeu a análises estatísticas de resultados de inúmeros animais saudáveis. Adicionalmente, o FDC4000i

disponibiliza 3 posições para 3 espécies adicionais programáveis. 

 

Os resultados:

 

Com o FUJI DRI-CHEM obtém o resultado da análise em poucos minutos sendo que a impressão do resultado inclui o respectivo intervalo de referência e o indicador “H” ou “L” caso o resultado seja superior ou inferior ao intervalo normal esperado.

O DRI-CHEM memoriza automaticamente as últimas 250 análises efectuadas, permitindo a sua visualização e/ou impressão.

 

A tecnologia FUJIFILM:

 

 

Através da aplicação de tecnologias fomentadas em mais de 75 anos na produção de material da área de imagem, nomeadamente na criação de filmes químicos multi-camada como o papel fotográfico e a película de raio x, a FUJIFILM desenvolveu “slides” de química seca de elevada estabilidade.

Estes “slides” permitem a obtenção de valores simultâneos e entre dias, muito reprodutíveis e com reduzida flutuação de dados devido a diferentes utilizadores.

 

A estrutura dos “slides” recorre a dois princípios de quantificação: um colorimétrico (enzimas e química geral) e outro potenciométrico (electrólitos).

O método colorimétrico é baseado na medição da reflexão da densidade óptica, que é convertida na respectiva actividade enzimática ou concentração do parâmetro.

O método potenciométrico á baseado na medição da diferença de potencial gerado entre eléctrodos de iões selectivos numa solução de referência, e entre os iões presentes na amostra.

 

A calibração Automática:

 

Cada embalagem de “slides” bioquímicos contém um cartão magnético usado para efectuar a calibração automática do sistema, para cada lote de “slides”.

A leitura do cartão é feita de forma simples e deverá ser realizada uma vez por cada embalagem de “slides”.

O FUJI DRI-CHEM memoriza a informação dos dois últimos lotes de cada parâmetro, o que permite utilizar “slides” do mesmo parâmetro, a partir da embalagem em uso e da anterior.

 

A Manutenção:

 

A tecnologia FUJI DRI-CHEM de química seca dispensa os morosos procedimentos de limpeza, resultando assim num equipamento de reduzida manutenção onde é apenas necessário efectuar a calibração para cada nova embalagem de slides, esvaziar a gaveta dos resíduos e verificar mensalmente o filtro de ar.

 

A FUJIFILM protocolou com a REGIVETE – a distribuição dos equipamentos de bioquímica FUJI DRI-CHEM 4000i, e respectivos consumíveis.









Newsletter